21.1 C
Três Lagoas
sábado, 2 de julho, 2022

Três Lagoas (MS) poderá ter geada até sexta (20), segundo professor

Na tarde da última terça (17), a equipe de reportagem da Rádio Caçula esteve no campus de Três Lagoas (MS) do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) para conversar com o professor Kleber Rodrigo Penteado, que é formado em Geografia com pós-graduação em análise geoambiental, para saber a origem do frio que atingiu a cidade, com mínimas que chegaram aos 7 graus.

Kleber Rodrigo Penteado e Eduardo Imperador (Reprodução / Rádio Caçula)

De acordo com Kleber, a queda nas temperaturas se deve a entrada de uma massa de ar frio vinda do sul. Essas massas tendem a ser mais frequentes este ano devido a um fenômeno chamado La Niña. Este fenômeno ocorre no oceano Pacífico Sul e contribui para que as massas de ar polar ganhem força e cheguem com maior frequência à nossa região “empurrando para o lado” a massa de ar quente e seco, que é característica do Mato Grosso do Sul, para dar lugar às temperaturas mais frias vindas do Sul.

(Reprodução / Rádio Caçula)

O professor destacou que a chegada dessa massa de ar polar pode ocasionar tempestades, vendavais, geadas e chuvas de granizo. “O fenômeno La Ninã também sinaliza que este inverno será mais rigoroso, então é importante preparar o agasalho e o cobertor”, declarou Kleber.

A partir de domingo (22) a massa de ar polar pode perder força, elevando gradualmente as temperaturas, mas até sexta (20), alguns pontos do Mato Grosso do Sul, incluindo Três Lagoas, poderão ter geadas.

Para receber informações sobre alertas de situações de risco, envie um SMS para o número 40199 com seu CEP e cadastre-se no informativo da Defesa Civil. É grátis!

Comentários do Facebook

MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo Protegido