19.8 C
Três Lagoas
quarta-feira, 17 de agosto, 2022

Suspeito confessa à polícia ter estuprado enteada e neta em MS

Geral – 12/07/2012 – 16:07

Uma criança de 7 anos, neta do suspeito de abusar sexualmente da enteada, de 6 anos, contou à Polícia Civil que também teria sido vítima do avô, em Corumbá, a 444 km de Campo Grande. A revelação foi feita durante depoimento na quarta-feira (11). O suspeito, 44 anos, foi preso na última sexta-feira (3) e confessou os dois crimes em depoimento.

O homem começou a ser investigado depois que a companheira do suspeito levou a filha ao posto de saúde, onde na consulta médica, foi diagnosticado que a criança havia contraído uma Doença Sexualmente Transmissível (DST). A delegada Priscilla Anuda Quarti Vieira, da Delegacia de Atendimento à Infância, Juventude e Idoso (Daiji), disse ao G1 que a criança reclamava de dores e dificuldade para urinar, por isso foi levada para ao médico.

“O médico que atendeu a criança diagnosticou uma DST e imediatamente acionou o Conselho Tutelar, já que a única forma de contrair uma doença venérea é através do contato sexual, incomum a uma criança de 6 anos”, explica a delegada. Após o diagnóstico, mãe e filha foram encaminhadas para a delegacia, onde a criança confessou que era abusada pelo padrasto. A menina está em fase de tratamento e segundo a delegada, já apresenta melhoras.

A família suspeitou que a neta também teria sido vítima de abuso sexual após mudanças no comportamento da menina. O caso foi confirmado após o suspeito confessar em depoimento. “Depois que aconteceu a história da enteada, a família disse que a neta ficou muito quieta. Nós descobrimos o abuso contra ela na delegacia, antes da mãe saber”, explica. A criança não apresentou sintomas de DST, segundo a polícia.

De acordo com a delegada, o inquérito policial, que agora é composto por dois crimes e duas vítimas, deve ser finalizado na próxima semana, quando os laudos definitivos do exame de corpo de delito das duas crianças devem ficar prontos.

O homem foi indiciado por estupro de vulnerável contra a enteada e a neta, e encaminhado para o Estabelecimento Pena de Corumbá, onde permanece à disposição da Justiça.

Fonte: Do G1 MS

Comentários do Facebook

MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo Protegido