SEGURANÇA

Governo instala scanners corporais em cinco Presídios de MS

Outros 10 equipamentos estão em fase de licitação.

 
 

19/01/2019 09h46
Por: Gabriele Benati

 
 

Scanners corporais estão sendo instalados nos presídios de Mato Grosso do Sul. A ação faz parte da modernização do Sistema Penitenciário do estado. Os aparelhos possibilitam a inspeção mais rápida e sem constrangimento aos familiares que visitam os internos.

De acordo com a Agepen, foram adquiridos 5 aparelhos, investimento de R$ 1.919.000,00, para atender incialmente as unidades prisionais de Campo Grande, Coxim, Dois Irmãos do Buriti e Paranaíba. Outros 10 estão em fase de licitação, a previsão é de serem disponibilizados ainda no começo deste ano.

Os recursos para aquisição dos equipamentos são do Funpen (Fundo Penitenciário Nacional) e a aplicação atende às diretrizes do estabelecidas pelo Depen (Departamento Penitenciário Nacional).

O representante da empresa VMI Security Systems, fornecedora do equipamento, André Luís Henrique da Silva, explicou que o equipamento já vem programado com as dosagens de radiação, não implicando em riscos à saúde de quem opera ou recebe inspeção. Agentes penitenciários já estão sendo treinados para utilizarem a tecnologia.

O diretor-presidente da Agepen Aud de Oliveira Chaves, esclareceu que as cinco primeiras unidades estão sendo atendidas em conformidade com o processo licitatório dos projetos apresentados ao Depen, e a distribuição obedece ao que estava estabelecido na proposta cuja licitação foi concluída.

Segundo Aud, os scanners corporais ampliam as tecnologias já disponíveis para as vistorias nas unidades penais estaduais. Além da estruturação tecnológica, mais de R$ 31 milhões do Funpen serão investidos na construção, reformas e ampliações de unidades penais de regime fechado.

Para o presidente do Sinsap, André Luiz Santiago, a instalação desses equipamentos de inspeção corporal nas unidades prisionais atende os anseios da categoria, uma vez que, além de auxiliar, melhora significativamente o trabalho desenvolvido pelos agentes penitenciários.

Informações Site Midiamax