19.8 C
Três Lagoas
quarta-feira, 17 de agosto, 2022

Vereadores gastam R$ 1,3 milhão no primeiro semestre

14/08/2013 – Atualizado em 14/08/2013

Por: Campo Grande News

Os 29 vereadores de Campo Grande utilizaram R$ 1.296.161,41 da verba de gabinete nos seis primeiros meses deste ano, o primeiro da atual legislatura. Com o limite seria de R$ 1.461.600,00, conforme a regulamentação constante do Ato da Mesa Diretora nº 001/2013, os membros da Câmara consumiram o equivale a 88,68% do total disponível. A verba, de caráter indenizatório, nada tem a ver com o salário mensal de R$ 15.031,76 para cada vereador.

A verba indenizatória, cujo limite máximo por vereador é de R$ 8.400,00 por mês, refere-se a gastos de gabinete, combustível, passagens, telefone, contratação de consultorias, assinaturas de revistas e divulgação, entre outros, reembolsados pela Mesa Diretora a partir da apresentação de notas fiscais comprobatórias das despesas realizadas.

O vereador assume inteira responsabilidade pela “veracidade e autenticidade” da documentação anexada e autoriza sua divulgação no Portal de Transparência da Câmara Municipal de Campo Grande, endereço www.camara.ms.gov.br, de onde foram extraídos os dados desta matéria jornalística.

O campeão de gastos com a verba indenizatória de janeiro a junho deste ano foi o vereador Vanderlei Cabeludo (PMDB), que usou o limite máximo todos os meses, somando R$ 50.400,00. O segundo maior uso de verba indenizatória coube ao vereador Chiquinho Telles (PSD), R$ 50.315,00, e o terceiro, a Edson Shimabukuro (PTB), R$ 50.201,41.

A cota indenizatória mais econômica do semestre foi executada pelo vereador Edi Albuquerque (PMDB), que embora tenha feito uso da verba todos os meses, o fez de maneira muito austera, tendo gasto no total R$ 30.146,88. Em março, por exemplo, a sua despesa de gabinete atingiu apenas R$ 2,4 mil, quando o limite permitido é de R$ 8,4 mil.

Também tiveram gastos bem menores, os vereadores Marcos Alex (PT), R$ 34.521,63, Deley Pinheiro (PSD), R$ 38.744,68, e Derly Reis, o Cazuza (PP), R$ 39.960,39.

Chama atenção o fato de Juliana Zorzo (PSC) ter efetivamente gasto menos, entre todos os vereadores, pelo fato de ter assumido o cargo recentemente, em razão da licença do titular da vaga, Herculano Borges (PSC), que assumiu a Secretaria Estadual da Juventude. Ela gastou R$ 8.320,00 em maio e não fez uso da verba indenizatória em junho. Herculano, nos quatro primeiros meses deste ano, gastou R$ 33.453,30.

Veja o dinheiro gasto por cada gabinete no semestre:

Ademar Vieira (Coringa) – R$ 40.749,98

Airton Saraiva – R$ 42.000,00
Alceu Bueno – R$ 50.133,64
Ayrton de Araújo – R$ 40.880,65
Carla Stephanini – R$ 41.178,40
Carlos Augusto (Carlão) – R$ 49.156,38
Chiquinho Telles – R$ 50.315,48
Deley Pinheiro – R$ 38.744,68
Derly Reis (Cazuza) – R$ 39.960,39
Grazielle Machado – R$ 47.407,17
Jamal Salem – R$ 48.042,92
Edil Albuquerque – R$ 30.146,88
Eduardo Romero – R$ 49.815,59
Elizeu Dionízino – R$ 47.479,85
Edson Shimabukuro – R$ 50.201,43
Flavio Cesar – R$ 49.714,71
Gilmar Neri – R$ 49.843,88
Juliana Zorzo – R$ 8.320,00
Luiza Ribeiro – R$ 43.661,44
Marcos Alex – R$ 34.521,63
Mario Cesar – R$ 47.584,62
Otávio Trad – R$ 48.308,63
Paulo Pedra – R$ 49.507,96
Paulo Siufi – R$ 42.662,77
João Rocha – R$ 41.253,76
Rose Modesto – R$ 40.684,13
Wanderlei Cabeludo – R$ 50.400,00
Waldecy Chocolate – R$ 48.031,15
Zeca do PT – R$ 41.999,99

Foto: Campo Grande News

Comentários do Facebook

MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo Protegido