12 C
Três Lagoas
quinta-feira, 11 de agosto, 2022

Sem surpresa: Vereadores de Três Lagoas antecipam eleição e confirmam mesa diretora para o 2º biênio

22/03/2017 08h20

No início da votação ocorreu princípio de manifestação, logo contido pelo presidente da mesa

Por: Gil Nei Silva

Conforme previsto, os vereadores anteciparam a eleição da Mesa Diretora para 2019/2020 e confirmaram os nomes que comandarão o Legislativo Municipal.

O Presidente da Casa, André Bitencourt dirigiu os trabalhos com a presença dos outros dezesseis vereadores, que decidiram a eleição, ato esse amparado pelo Regimento Interno da Câmara.

Dos 17 parlamentares, 13 votaram favoráveis à chapa única, sendo constituída por, presidente André Bitencourt (PSDB), vice presidente Sargento Rodrigues (PSC), 2º vice presidente Luciano Dutra (PMDB), 1º secretário apóstolo Ivanildo (PSB), 2ª secretária Sirlene dos Santos (PSDB). Além dos integrantes da chapa, votaram favoráveis os vereadores, Davis Martinelli (PROS), Gilmar Garcia Tosta (PSB),Isabel Cristina (SD), Jorge Aparecido de Queiroz (PSDB), Marisa Rocha (PSDB), Marcus Bazé (DEM), Wellington Ricardo de Jesus (PDT).

Quatro vereadores votaram contra a chapa, sendo eles, René Venâncio (PSD), Luiz Akira (PSDB), Realino (PT do B) e professor Flodoaldo (SD).

As Comissões Permanentes da casa também foram formadas e colocadas em votação, de igual modo os vereadores René Venâncio, Luiz Akira, Realino e professor Flodoaldo votaram contra e os outros 13 pares foram favoráveis e elegeram:

Jorginho do gás (PSDB), presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final.

Gilmar Garcia (PSB) ,presidente da Comissão de Finanças e Orçamento.

Sargento Rodrigues (PSC), presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico Transporte e Sistema viário.

Marisa Rocha (PSB), presidente da Comissão de Saúde e Assistência Social.

Marcos Bazé (DEM), presidente da Comissão de Educação Meio Ambiente, Cultura Desporto e Turismo.

Jorginho do gás (PSDB), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor.

Marcos Bazé (DEM), presidente da Comissão de Eficácia Legislativa.

Silverado (PSDB), presidente da Comissão de Indústria, Comércio e Agronegócio.

Apóstolo Ivanildo (PSB), presidente da Comissão de Prevenção e Combate as Drogas.

No início da votação aconteceu um princípio de manifestação comandada pelo Movimento “Vem Pra Rua”, onde uma senhora segurava um cartaz de protesto e tentaram distribuir pizzas para a plateia, porém o presidente da mesa, solicitou aos manifestantes que respeitasse o momento, logo foram retiradas e o tumulto cessado.

Após a votação cada vereador teve dez minutos para as considerações e explicações a respeito do voto.

Os que votaram favoráveis consideram em suma que, trata-se de uma eleição amparada pelo regimento interno da casa de leis, sendo que não existiu nenhuma irregularidade, também destacaram positivamente o trabalho do presidente André Bitencourt. O primeiro a fazer uso da palavra foi o sargento Rodrigues, “quero dizer para toda a sociedade três-lagoense que vocês podem ter certeza que essa votação para o biênio 2019/2020, está sendo realizada para que possamos agilizar ainda mais os benefícios para o povo. Eu jamais participaria de um ato desonesto ou obscuro nesta casa, conheço o André e sei da sua competência e transparência frente a esse poder legislativo, por isso estou participando ativamente desse trabalho”, enfatizou Rodrigues.

Dentro desse contexto os demais vereadores também usaram o presidente André Bitencourt como referência para terem referendado a eleição.

O vereador Jorginho do gás (PSDB), fez duras críticas aos líderes dos movimentos que tentaram se opor ao processo de votação. “É inadmissível, aceitar que pessoas venham a esse plenário tentar atrapalhar um processo absolutamente legal. Gostaríamos que essas pessoas apresentassem à comunidade o trabalho que já realizaram em prol do município”. Jorginho citou ações desenvolvidas por ele e afirmou que está em seu quarto mandato porque desenvolve ações que beneficiam as comunidades.

Dos que votaram contra, apenas Luiz Akira e o professor Flodoaldo, fizeram uso da palavra, segundo eles, o voto contrário deve-se ao fato de que é muito cedo para se preocupar com eleição da mesa diretora da Câmara, para os parlamentares, existem demandas muito mais urgentes para serem analisadas e votadas pelos vereadores.

André Bitencourt, discursou por onze 11,38 minutos, destacou sua família que estava presente, agradeceu aos vereadores, servidores e a população que lotou o plenário para apoiar a nova composição escolhida para o segundo biênio e disse. “Tenho orgulho de fazer parte dessa bancada de 17 vereadores nesta casa, pela coragem e determinação de cada um, hombridade de escolher sim ou não, são esses representantes que o povo precisa, pessoas que se comportam com honestidade. Quero deixar claro que não sou contrário aos movimentos populares, sou contra a mesquinhes, ao invés de trazerem pizza aqui, deveriam ter ajuntado esse dinheiro e comprado cestas básicas e levado lá no “Cráse Coração de Mãe”, que cuida das nossas crianças. Nós somos fiscalizados, isso é bom, mas nós também vamos fiscalizar as instituições, porque recebem verbas públicas, recebem contribuição sindical, vamos fiscalizar sim. Queremos ver a prestação de contas dos sindicatos de Três Lagoas. Sou a favor da democracia e temos a procuração da população para representa-los, e por isso, abdiquei da minha profissão de advogado, abro mão da família esposa, filhos, pai, mãe, para me dedicar a esse trabalho. Todos aqui são pais, mães de família, merecemos respeito”, desabafou o presidente da Câmara.

Finalizando a sessão, André convocou os vereadores para uma reunião extraordinária de reposição na próxima terça-feira (28), as 9:00 da manhã, sendo que ontem (21-03), não teve expediente aberto para indicações, requerimentos e projetos, e as 18:hs do mesmo dia vai acontecer a sessão ordinária normalmente.

População lotou plenário

Comentários do Facebook

MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo Protegido