27.7 C
Três Lagoas
quinta-feira, 28 de outubro, 2021

Polícia vai até cidade de MS e mata 2 bandidos ao ser recebida a tiros

Polícia recebeu informações 4 dias após casos de incêndios por parte de organização criminosa. Terceiro bandido foi preso, confessou roubo, intenção de entrega de celulares no presídio e ataques na cidade.

30/06/2021 09h50
Por: Paulo Renato

Após receber informações de possíveis ataques em Itaporã e quatro dias após casos de incêndio em Ivinhema, ambos na região sul do estado, equipe do Batalhão de Choque da Polícia Militar (BpChoque) se deslocou até o município de Dourados, onde integrantes de uma organização criminosa estariam planejando a ação, nessa terça-feira (29).

Na ocasião, os policiais do Serviço de Investigações Gerais (SIG) também participaram das buscas e foram até a rua da Prosperidade, no bairro Jóquei Clube. Ao realizarem a aproximação, constataram que três homens pularam o muro dos fundos.

Houve o cerco policial e um deles, ainda conforme a polícia, teria efetuado disparos na direção dos policiais, quando eles revidaram o rapaz, de 21 anos, foi atingido. Ele chegou a ser levado para o hospital, mas, não resistiu aos ferimentos. O suspeito portava uma pistola de calibre 32, com munições.

Na sequência, o outro homem foi achado em uma plantação de milho. Durante as buscas, ele também efetuou disparos e os policiais novamente revidaram, quando o homem foi morto. Ele foi para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde foi constatado o óbito. O rapaz, de 24 anos, estava com um revólver de calibre 38 e cinco munições.

Os locais foram preservados para o trabalho da perícia e, no imóvel onde eles estavam, foram apreendidos 9 celulares, droga, uma arma de fogo tipo espingarda calibre 32, que havia sido usada em um assalto (veja imagens da câmera de segurança com esta arma e a violência dos suspeitos com as vítimas), dentre outros materiais.

Em seguida, testemunhas disseram que o terceiro envolvido estava escondido em uma escola nas proximidades. O jovem, de 18 anos, foi preso e interrogado. Ele disse que era integrante de uma facção criminosa e estava ali para apoiar o bando, levando as armas para os locais e também confessou estar envolvido no roubo a um moto entregador, ocorrido recentemente na cidade.

Sobre os celulares, o homem disse que eles seriam jogados no Presídio Estadual de Dourados (PED) a mando de uma “liderança da facção”, sendo que estava somente esperando o momento oportuno para executar o crime.

Ele recebeu voz de prisão pelos crimes de tráfico de drogas, posse irregular de arma de fogo e associação criminosa.

Fonte: G1 Mato Grosso do Sul

Polícia vai até cidade de MS e mata 2 bandidos ao ser recebida a tiros

Comentários do Facebook

MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS LIDAS