19.7 C
Três Lagoas
sexta-feira, 24 de setembro, 2021

PIS-PASEP: Calcule e descubra quanto vai receber a partir de 2022 com reajuste

O reajuste previsto para o salário mínimo vai impactar em vários benefícios. Um deles é o PIS-PASEP, que deverá pagar valor maior a partir de 2022 aos beneficiários que têm direito.

A projeção para o piso nacional é de reajuste de R$ 69 para o ano que vem, ou seja, o salário mínimo passará dos atuais R$ 1.100 para R$ 1.169  a partir de janeiro de 2022. Esse será o valor máximo pago do PIS-PASEP.

Dessa forma, o novo valor será a base de cálculo para pagamentos do abono salarial, conforme a tabela abaixo, que considera os meses trabalhados  no ano para confirmar o valor do benefício:

Meses trabalhados20212022
1 mêsR$ 92R$ 98
2 mesesR$ 184R$ 196
3 mesesR$ 276R$ 294
4 mesesR$ 368R$ 392
5 mesesR$ 460R$ 490
6 mesesR$ 552R$ 588
7 mesesR$ 664R$ 686
8 mesesR$ 736R$ 784
9 mesesR$ 828R$ 882
10 mesesR$ 920R$ 980
11 mesesR$ 1.012R$ 1.078
12 mesesR$ 1.100R$ 1.169

Novo calendário PIS-PASEP 2022

Ainda não há uma definição sobre as datas de pagamento do abono salarial do ano que vem, mas a expectativa é de que o novo calendário deve ser disponibilizado em janeiro de 2022 e os depósitos devem começar já em fevereiro.

Vale lembrar ainda que a Resolução do Codefat (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador) que determinou o adiamento do PIS/Pasep para 2022, determinou também que todos os trabalhadores devem receber o abono ainda no primeiro semestre do ano que vem.

Quem recebe o abono

O Abono Salarial previsto na lei é o benefício constitucional de direito do trabalhador que:

  • Esteja cadastrado há pelo menos 5 anos no PIS;
  • Tenha recebido de empregador pessoa jurídica remuneração média de até 2 (dois) salários mínimos no período trabalhado no ano-base;
  • Tenha trabalhado com carteira assinada por, no mínimo, 30 dias no ano-base;
  • Conste na RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) pertinente ao ano-base.

Informações Midiamax

Comentários do Facebook

MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS LIDAS

Comentários do Facebook