19.8 C
Três Lagoas
quarta-feira, 17 de agosto, 2022

Pecuarista de MS doa R$ 12 milhões para o Hospital do Câncer de Barretos

15/08/2013 – Atualizado em 15/08/2013

Sub-Título

Por: Midia Max

O pecuarista Antônio Moraes dos Santos, de 90 anos, doador dos recursos de construção e instalação da unidade do Hospital do Câncer de Barretos, em Campo Grande, inaugurada nesta quarta-feira (14), prometeu uma obra filantrópica ainda maior. Ele não adiantou o que será, mas disse que o investimento está previsto em R$ 100 milhões.

“Ponham mão no bolso gente. Vamos ajudar quem precisa. Estou dando para as pessoas o que eu não tive”, disse o pecuarista que nasceu em Minas Gerais e veio a Mato Grosso do Sul tentar a vida.

Antônio Moraes doou R$ 12 milhões para a construção deste novo hospital do câncer e ainda prometeu o custeio por mais um ano, cerca de R$ 150 mil mensais.

Segundo ele, no Estado há grandes fortunas, mas as pessoas não fazem nada pelos mais pobres. “Eu sempre digo que caixão não tem gaveta, mas vamos em frente”, afirmou.

O doador ainda disse que o que ele pretendia repassar de herança aos filhos já foi entregue e que agora está ajudando a quem precisa. Ele completará 91 anos em outubro.

P�gina Inicial Cidades
15 de Agosto de 2013 – 08:11
Pecuarista de MS doa R$ 12 milhões para o Hospital do Câncer de Barretos
Mídia Max

O pecuarista Antônio Moraes dos Santos, de 90 anos, doador dos recursos de construção e instalação da unidade do Hospital do Câncer de Barretos, em Campo Grande, inaugurada nesta quarta-feira (14), prometeu uma obra filantrópica ainda maior. Ele não adiantou o que será, mas disse que o investimento está previsto em R$ 100 milhões.

“Ponham mão no bolso gente. Vamos ajudar quem precisa. Estou dando para as pessoas o que eu não tive”, disse o pecuarista que nasceu em Minas Gerais e veio a Mato Grosso do Sul tentar a vida.

Antônio Moraes doou R$ 12 milhões para a construção deste novo hospital do câncer e ainda prometeu o custeio por mais um ano, cerca de R$ 150 mil mensais.

Segundo ele, no Estado há grandes fortunas, mas as pessoas não fazem nada pelos mais pobres. “Eu sempre digo que caixão não tem gaveta, mas vamos em frente”, afirmou.

O doador ainda disse que o que ele pretendia repassar de herança aos filhos já foi entregue e que agora está ajudando a quem precisa. Ele completará 91 anos em outubro.

“Hoje o clima é de festa e o coração do meu pai está ainda mais em festa por poder ajudar e trazer a Capital essa obra. Ele saiu de Minas deixando uma casa de chão batido em busca de uma vida melhor e foi abençoado por Deus. Ele cumpre o mandamento de amar, se doar e ter misericórdia com o próximo”, afirmou Janete Moraes, filha do pecuarista.

Além do hospital, uma carreta irá passar nos bairros oferecendo exames Papa Nicolau e para detectar câncer de mama. “Essa carreta vai levar um pouquinho do coração dele. Orem por ele, para que ele tenha saúde para cumprir mais esse desejo de construir algo muito maior, porque o que ele promete ele faz”, concluiu Janete emocionada.

Comentários do Facebook

MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo Protegido