22.4 C
Três Lagoas
quarta-feira, 19 de janeiro, 2022

Motociclista morre atropelado por carreta em pedágio na BA

Policial – 17/01/2012 – 09:01

Um motociclista de 33 anos morreu atropelado na manhã desta segunda-feira na praça de pedágio localizada no km 551 da rodovia BR-324, no município de Amélia Rodrigues, a 75 km de Salvador (BA). André Felipe Bene Barbosa trabalhava como gerente operacional da empresa Oi e se dirigia para a capital baiana quando foi atingido por uma carreta.

O acidente aconteceu no momento em que a vítima esperava sentada na moto Honda 150 cilindradas a abertura da cancela da concessionária Via Bahia, no setor Via Fácil – pagamento de pedágio pré-pago. Atrás de André Felipe vinha uma carreta da empresa Brasil Ambiental Transportes de Máquinas, que não conseguiu parar e esmagou o corpo do motociclista, arrastando-o por cerca de 10 m. A motocicleta teve pequenos danos. Segundo o inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF) Carlos Santos, o motorista da carreta, identificado como Richard Alves Vieira, 33 anos, fugiu do local do acidente.

De acordo com o inspetor, informações colhidas no local dão conta de que, no momento do acidente, por volta das 8h30, André estava questionando uma funcionária da ViaBahia sobre o fato de a cancela não abrir para ele seguir viagem. “Nesse momento, o sistema reconheceu a ‘tag’ da carreta que vinha logo atrás e abriu a cancela, dando trânsito livre ao seu condutor, que não conseguiu frear o veículo. Vale ressaltar que o serviço tag – compra pré-paga do pedágio, não funciona para motos”, informou. O inspetor acrescentou que há suspeita de que a carga de britas transportada pela carreta excedia o limite permitido.

Avisados pela PRF, os pais de André, Ivanildo Barbosa e Maria Bernadete Cavalcante Bene Barbosa, estiveram no local do acidente. Sentado ao lado do corpo e alisando os seus cabelos, o pai dizia comovido: “já vi muitos acidentes, mas nunca esperava ver o meu filho morto. Deus sabe o que faz”, disse. Familiares informaram que o jovem pilotava motos há muito tempo e nunca havia se envolvido em um acidente. “Ele era muito prudente”, disse sua mãe. O jovem morava em Feira de Santana, era casado e deixa uma filha de 5 anos.

Por volta das 13h, o corpo foi removido para o Departamento de Policia Técnica do município de Santo Amaro, a 35 km do local do acidente, para passar por necropsia. A Via Bahia informou que no local passam em média 750 mil veículos por mês, sendo esse o primeiro acidente com morte.

Fonte: Terra

Comentários do Facebook

MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo Protegido