10.5 C
Três Lagoas
quinta-feira, 11 de agosto, 2022

Fundesporte encerra os Jogos da Melhor Idade de MS; veja os resultados

A segunda etapa dos Jogos da Melhor Idade de Mato Grosso do Sul (modalidades individuais e em duplas) encerrou o calendário esportivo 2021 da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte). A última parada foi em Três Lagoas, no último fim de semana (dias 11 e 12), recebendo 289 idosos-atletas de 18 municípios. A competição teve o apoio da Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer (Sejuvel).

Foram 10 esportes em disputa: atletismo, dama, dança de salão, dominó, malha, natação, sinuca, tênis de mesa, truco e xadrez, reunindo participantes de Bataguassu, Caarapó, Campo Grande, Chapadão do Sul, Deodápolis, Dourados, Iguatemi, Itaporã, Jaraguari, Jardim, Maracaju, Nova Andradina, Paraíso das Águas, Ponta Porã, Santa Rita do Pardo, Selvíria, Três Lagoas e Vicentina.

Presente na cerimônia de abertura, o governador Reinaldo Azambuja destacou a atmosfera dos Jogos da Melhor Idade que, além de incentivar a prática esportiva, promove a confraternização e o convívio social entre idosos de diversos municípios. “Os Jogos da Melhor Idade irradiam alegria, disposição, é sempre bonito de ver. Fico feliz de podermos retomar essa competição”.

Governador também anunciou que MS planeja sediar os jogos nacionais da terceira idade

O governador ainda enfatizou a importância da vacinação, em ritmo acelerado em Mato Grosso do Sul, para o retorno das competições. “Para voltarmos ao normal, tivemos de acelerar a vacinação. Sabemos da importância da imunização e buscamos proteger aquilo que é mais sagrado, a vida das pessoas, de quem a gente ama. Vacina é ciência, vacina protege e ajuda a termos esses momentos felizes novamente, como os Jogos da Melhor Idade”.

Desde que se aposentou, há 11 anos, Edison Paula dos Santos, pratica corrida de rua com afinco. O mineiro de 80 anos, radicado em Campo Grande, tem em seu currículo 11 edições da Corrida Internacional de São Silvestre, a mais famosa da América Latina, além de 12 Corridas de Reis completas. O idoso-atleta, que também pratica natação e vôlei adaptado, não perde nenhuma edição dos Jogos da Melhor Idade de Mato Grosso do Sul.

Edison encontrou na corrida uma paixão

“Me aposentei como mestre de obra e desde então corro 21 quilômetros (percurso de uma meia maratona) entre um dia e outro. É uma satisfação e sinto que sirvo de espelho para a turma mais nova, mostrando que podem chegar até a minha idade praticando esporte ou até passar”, salientou Edison. O aposentado já está com passagem comprada para São Paulo (SP) e inscrição na mão para a 96ª São Silvestre, e para a Corrida de Reis, prova tradicionalmente realizada no mês de janeiro, em Cuiabá (MT).

Primeira medalha dos Jogos saiu no xadrez

A primeira idosa-atleta a sentir a medalha de ouro no peito nos Jogos da Melhor Idade de MS deste ano foi Harumi Omachi, praticante de xadrez. A enxadrista de 79 anos nasceu no Japão e saiu do país asiático em 1965. Antes de se instalar em Três Lagoas, morou 14 anos no Paraguai. Esta foi sua segunda participação nos Jogos. “Comecei a jogar em 2019 e recebemos muito incentivo em Três Lagoas. Gosto muito do xadrez porque estimula o raciocínio, o que acho muito importante”.

Pé-de-valsa

Francisco José dos Santos é um verdadeiro pé-de-valsa. O atleta de Nova Andradina, de 75 anos, até pratica voleibol adaptado, mas basta alguns segundos na pista para notar que sua paixão é a dança de salão. E claro, sempre com a mesma parceira, a amiga Maria de Lourdes Vasconcelos, com quem forma par há 19 anos.

Chico e Maria deram show na pista de dança

A dupla, mais uma vez, brilhou ao ritmo da valsa, forró e chamamé. “O segredo é fazer o que a gente sabe. Dançar é o que eu gosto. Eu e a Maria já passamos de 10 títulos na dança de salão. Batemos nosso recorde e se Deus quiser nós vamos estudar, fazer mais e dar muita alegria para os nossos amigos no ano que vem”, disse Chico, como é conhecido pela torcida nova-andradinense, que fez muito barulho durante a apresentação da dupla. “Estou há mais de 25 anos no Centro de Convivência de Nova Andradina, participo do vôlei adaptado e da dança. A coisa mais gostosa da minha vida é praticar esporte”, finalizou.

Miss e Mister dá brilho aos Jogos

Não existe Jogos da Melhor Idade sem o Concurso Miss e Mister. Mais uma vez, o tradicional desfile agitou o público presente na Arenamix, e valorizou a elegância, carisma e simpatia dos participantes. Esbanjando sorrisos e charme na passarela, Adelir Mantovani, de Iguatemi, foi eleita miss. Márcia Reyes (Maracaju) foi a segunda colocada e Dejanira dos Santos (Vicentina), a terceira.

Já entre os rapazes, Sebastião da Rocha, representante de Nova Andradina, foi o escolhido dos jurados, com direito a dancinha e molejo durante a apresentação, animando ainda mais a torcida. O segundo colocado foi João Modesto de Souza (Paraíso das Águas). Valdeci Lima (Três Lagoas) fechou o pódio. Todas as fotos do Concurso Miss e Mister estão disponíveis neste link.

Confira os resultados de todas as modalidades: Boletim 4 – JMI individuais e duplas 2021. Veja também as fotos das disputas: Galeria de fotos – JMI individuais e duplas 2021.

Os Jogos da Melhor Idade de Mato Grosso do Sul são organizados pelo Governo do Estado, por meio da Fundesporte. Neste ano, as duas etapas (coletivas, e individuais e duplas) foram realizadas em Três Lagoas, com apoio da Prefeitura Municipal, via Sejuvel.

Informações: Assessoria FUNDESPORT

Comentários do Facebook

MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo Protegido