22.4 C
Três Lagoas
quarta-feira, 19 de janeiro, 2022

EX-COORDENADOR JURÍDICO DA PREFEITURA DE ANDRADINA É PRESO

29/08/2013 – Atualizado em 29/08/2013

Por: Mil Notícias

ANDRADINA – O advogado andradinense João Henrique Prado Garcia, condenado a seis anos e oito meses de reclusão em regime fechado e mais pagamento de multa, por desvio de dinheiro da Prefeitura de Andradina, foi preso ontem de manhã e foi conduzido à cadeia de Andradina.

Quando foi condenado, como forma alternativa ao cárcere, o juiz impôs ao acusado a suspensão de exercer a advocacia, sob pena de prisão e decretou a perda em favor do Município de Andradina dos valores depositados R$ 42.582,76 e R$ 68.150,00, bem como do imóvel matriculado sob nº 30.059 (fls. 276,277), até o limite do prejuízo causado, determinou o juiz Paulo Alexandre Rodrigues Coutinho na sentença. A condenação do advogado, que era coordenador jurídico da Prefeitura de Andradina, refere-se ao desvio de recursos de dois processos de precatórios. Posteriormente ele foi liberado para exercer a profissão. Há suspeita de envolvimento em outros processos. Nestes dois casos, o advogado confessou em juízo e disse que agiu sozinho.

De acordo com a decisão do juiz, em 8 de outubro e 15 de outubro de 2010, na Prefeitura, o advogado João Henrique Prado Garcia “apropriou-se à época, de R$ 122 mil dinheiro público desviado, em prejuízo do erário municipal”. Segundo foi apurado, o advogado, como coordenador do Departamento Jurídico da Prefeitura Municipal, cometeu fraude junto ao departamento jurídico e setor de contabilidade da Prefeitura envolvendo pagamentos irregulares relacionados a ações judiciais que tinham o Município como parte.

PRISÃO

A equipe de reportagem está trabalhando para levantar as razões que levaram a Justiça a determinar a prisão do advogado.

João Henrique Prado Garcia está preso em cela individual por possuir curso superiorFoto:Divulgação

Comentários do Facebook

MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo Protegido