12 C
Três Lagoas
quinta-feira, 11 de agosto, 2022

Concluída, obra do Hospital Regional de Três Lagoas será entregue neste sábado (02)

TRÊS LAGOAS (MS) – A obra do Hospital Regional Magid Thomé, de Três Lagoas, será entregue neste sábado (02) pelo Secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica Eduardo Rocha para o Secretário de Estado de Saúde, Flávio Costa Britto Neto. A solenidade marca o fim da construção do prédio e o hospital continua sendo equipado para ser entregue à população nos próximos meses. Para a construção da unidade que atenderá a toda região do Bolsão, o Governo do Estado já destinou R$ 56 milhões.

Dos mais de 3,6 mil equipamentos necessários para que a unidade hospitalar comece a operar, mais de 87% já foram adquiridos e estão sendo entregues. Para a compra dos itens, o Ministério da Saúde destinou R$ 36,6 milhões dos quais, além das camas, já foram comprados aparelhos como o de ressonância nuclear magnética, tomografia, Raio-X, ultrassom, arco cirúrgico, entre outros.

Com a obra concluída, a previsão é que o hospital seja entregue ainda no primeiro semestre de 2022, conforme o secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Rocha. “Por determinação do governador Reinaldo Azambuja e do secretário Eduardo Riedel, trabalhamos em conjunto com o secretário Geraldo Resende e estamos fazendo todos os esforços para que esse hospital possa estar com as portas abertas para a população o mais rápido possível”, disse.

O Hospital

Construído em um terreno de 26.466,28m², o prédio de 15.687,00 m² conta com blocos setorizados: Bloco A, Bloco B, Bloco D e os anexos. No bloco A funcionarão os serviços de emergência e urgência, psiquiatria, diagnóstico, tomografia, ressonância magnética, Raio-X e ultrassonografia. A estrutura contará com ambulatórios, leitos, centro cirúrgico, auditório, salas de aulas, laboratórios, esterilização e área técnica dos equipamentos de climatização do centro cirúrgico.

No Bloco B funcionará a farmácia, hemodinâmica, diretoria, coordenação, pediatria, alojamento, enfermaria, isolamento, elevador e escada de acesso para o bloco A e casa de máquinas. No Bloco D serão instaladas a lavanderia, cozinha e vestiários.

O Hospital Regional de Três Lagoas demandou investimento de R$ 56 milhões, sendo R$ 21 milhões do Governo do Estado e o restante do BNDES. A unidade será referência no atendimento de média e alta complexidade para os moradores de Água Clara, Aparecida do Taboado, Bataguassu, Brasilândia, Cassilândia, Inocência, Paranaíba, Santa Rita do Pardo e Selvíria e Três Lagoas.

Por meio de uma proposta apresentada pelo deputado estadual licenciado e atual secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica Eduardo Rocha a unidade recebeu a denominação de Hospital da Costa Leste Magid Thomé, por meio da Lei 5.023/17.

Comentários do Facebook

MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo Protegido