18.6 C
Três Lagoas
quinta-feira, 26 de maio, 2022

Caso de jovem amarrada de joelhos com ‘aviso’ para o marido segue sem prisões

Crime aconteceu em Corguinho (MS), no dia 9 de dezembro. Suspeitos teriam feito ameaças ao homem por redes sociais.

Segue sem prisões o caso da jovem de 24 anos que foi deixada amarrada de joelhos e amordaçada, no dia 9 de dezembro, em Corguinho, a 100 quilômetros de Campo Grande. Ela ainda foi mantida em cárcere e os envolvidos deixaram um ‘aviso’ para o marido dela.

A apuração inicial apontava que o marido da vítima havia sido ameaçado de morte, por redes sociais. A pessoa que teria o ameaçado dizia que ele estava tendo um relacionamento extraconjugal. No entanto, a polícia também trabalha com outras hipóteses para a motivação do crime.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, ao chegar em casa, a jovem estranhou um carro parado próximo e foi para a janela do quarto observar. Em seguida, foi rendida por dois homens, um deles armado com revólver que a obrigaram a ajoelhar.

Os suspeitos amarraram a vítima com fio de extensão pelos pés e pescoço, a amordaçaram com fita e taparam os olhos dela. Enquanto estavam na casa, os homens disseram à jovem que o que fizeram com ela era “só um aviso”.

Eles fugiram sem levar nada e a moradora foi encontrada após um amigo chegar à residência e estranhar o portão aberto e observar que ela falava como se estivesse com a boca tapada. Ele então chamou a polícia e o marido chegou mais tarde e falou com os investigadores.

Informações: G1MS

Comentários do Facebook

MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo Protegido