19.8 C
Três Lagoas
quarta-feira, 17 de agosto, 2022

Ao atender chamado,  ROTAI encontra droga em residência

18/01/2016 – Atualizado em 18/01/2016

Por: Celso Daniel com fotos de Rádio Caçula

Uma guarnição da Rondas Ostensivas e Táticas do Interior (Rotai) foi chamada para atender uma ocorrência de um suposto furto que estaria sendo realizado em uma residência localizada na Rua Benedito Soares da Mota no Jardim Alvorada.

Conforme informações,  uma jovem de 24 anos chegou na residência por volta das 21h30 e percebeu que uma motocicleta Honda/CG de cor preta estava estacionada em frente ao imóvel.  Por não ter conhecimento de quem poderia estar com o veículo,  ela perguntou aos vizinhos que disseram que duas pessoas haviam chegado na casa e entraram,  mas nenhum deles foi visto saindo,  fato esse que fez com que a jovem acreditasse que a casa poderia estar sendo alvo de um furto naquele momento.

Rapidamente ela ligou para o 190 e o Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) destinou uma guarnição da ROTAI para verificar o fato.

Chegando ao local os policiais encontraram a motocicleta e uma porção de maconha estava no painel do veículo.

A casa estava trancada e F.N.S.G. – proprietária da residência – autorizou a guarnição a realizar uma busca no interior do imóvel.

Em uma mochila que estava na cozinha mais uma porção da mesma droga foi encontrada e no quarto, em cima do guarda roupas,  sementes de maconha,  dechavador e outros petrechos para preparar a droga para consumo também foram localizados.

Questionada,  F.N. negou ser usuária e afirmou desconhecer quem seria a dona da mochila. Ela ainda disse que convive com M.I.C. (21) e que os petrechos encontrados eram de propriedade da companheira.

Após alguns minutos,  a jovem de 21 anos chegou ao local acompanhada de um homem de 30 anos, identificado como A.R.G. e uma mulher de 24 anos, identificada como P.R.F..

O homem disse ser o proprietário da motocicleta e negou que a droga encontrada no veículo era suas, já a jovem de 24 anos confirmou que a mochila era de sua propriedade e ainda confessou ser usuária de drogas. 

Já M.I.assumiu que os petrechos e a semente eram de sua propriedade e disse ainda que era usuária de maconha.

Diante os fatos, todos os envolvidos foram conduzidos a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário onde foi lavrado o boletim de ocorrências por posse de drogas.

Comentários do Facebook

MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo Protegido