11/01/2017 - Atualizado em 11/01/2017

Pais fazem rifa e 'vaquinha social' para salvar bebê de seis meses

Menino foi diagnosticado com câncer raro

Por: Midia Max
 
 
Aline Machado / Foto: arquivo familiar Aline Machado / Foto: arquivo familiar

Publicidade

Com apenas seis meses, o pequeno Athur Balta Martins Cardozo, já trava uma grande batalha pela vida. Há pouco mais de um mês, foi diagnosticado com um tipo de câncer raro. Sem emprego fixo e depois de gastar as economias da família com o tratamento do filho, os pais Lione Balta Cardozo e Marcos Juliano de Freitas Cardozo, ambos com 27 anos, lançaram uma campanha na internet para custear os gastos que aumentam conforme as necessidades.

Lione diz que a luta para salvar o menino começou na manhã do dia 6 de dezembro de 2016. "Eu iria levá-lo para a casa da minha sogra, então fui arrumá-lo e percebi que a fralda estava seca. Percebi que algo estava errado e decidi que o levaria ao médico à tarde, mas ele estava chorando muito como se estivesse com dor e estava com a barriguinha inchada, então decidimos ir para o hospital", relata.

Com a suspeita de que o bebê estivesse doente, os pais o levaram para o Hospital da Criança. No local, o médico pediu ultrassom de emergência. O exame detectou uma 'massa' que apertava a bexiga da criança e o impedia de urinar. Com o resultado nas mãos, a família retornou ao Hospital da Criança para que o médico analisasse os exames.

"Primeiro fomos em várias clínicas porque não tinha vaga. Até que conseguimos. Depois que ficou pronto, nos disseram que deveríamos retornar imediatamente para o hospital. Quando o médico viu o ultrassom, já começou a ligar pedindo tomografia na Santa Casa e fomos logo para lá", afirma.

Segundo os relatos, já na Santa Casa, o bebê passou por tomografia e teve um cateter inserido da uretra à bexiga. O procedimento foi necessário para que a urina fosse retirada. "Foram 400 ml de xixi. A doutora nos disse que ele seria internado e que faria biópsia. No dia seguinte, quando o resultado ficou pronto a médica falou que ele estava com um câncer conhecido como abdo mio sarcoma. O tumor já estava com 7,5 centímetros", ressalta.

Dias depois Arthur foi diagnosticado com outro tipo de câncer. Segundo os médicos, o tumor era resultado de um neuroblastoma, que se desenvolve nos tecidos do sistema nervoso simpático.

Com o diagnóstico de neuroblastoma estágio 4 S, fase avançada da doença, o bebê passou por cirurgia de sete horas. Depois do procedimento, foram mais quatro dias na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) da Santa Casa. "Sentia que morria a cada notícia que recebíamos. Tudo era muito terrível para nós. Larguei meu emprego e fiquei só em função do meu bebê. Temos outra filha de quatro anos e tudo ficou muito complicado para nós", declara.

Após a cirurgia, o médico informou que parte do tumor estava colado a uma vértebra e não foi possível retirá-lo por completo. Além disso, células cancerígenas foram encontradas na medula de Arthur.

Conforme as informações, o bebê deve passar por tratamento. Serão 10 sessões de quimioterapia, cada uma com ciclo de seis dias. A primeira fase foi concluída e ainda faltam outras nove.

O bebê tem plano de saúde com co-participação, ou seja, a família paga 30% de cada consulta, além dos valores cobrados por exames e demais procedimentos. "Eu larguei meu emprego, meu marido está desempregado e só faz alguns serviços com meu sogro. Ainda estamos tendo muitos gastos que não imaginávamos e por isso estamos pedindo ajuda", frisa.

Para pagar as despesas, a família vai sortear um novilho, que foi doado por amigos. Quem quiser comprar a rifa de R$ 30,00 pode entrar em contato com Lione pelo telefone: (67) 99148-0515. O sorteio será feito por um link ao vivo no Facebook.

Quem preferir também pode ajudar com doações por meio do site Vaquinha Solidária. A princípio a família pediu R$ 20 mil, porém, os gastos podem ultrapassar o valor. Até o momento foram arrecadados cerca de R$ 2.500,00. Colaborações também podem ser feitas por meio de depósito nas contas bancárias no Banco do Brasil ou Bradesco.

A conta no Banco do Brasil está em nome de Lione Balta Martins - Agência: 4447-4, Conta Corrente: 19078-0. No Bradesco o titular é Marcos Juliano F. Cardozo - Agência 2100 , Conta Corrente 23278-5.

Neuroblastoma - O neuroblastoma é um câncer que se desenvolve nos tecidos do sistema nervoso simpático. É um tumor sólido, frequentemente encontrado na glândula suprarrenal, pelve, abdome, pescoço ou tórax, mas que se progredir pode espalhar-se para os ossos, linfonodos e pele. Em geral, é diagnosticado antes dos 5 anos de idade e é o tipo de câncer mais comum em crianças.

Os primeiros sintomas do câncer tendem a ser genéricos e inespecíficos. Eles podem incluir febre, perda de apetite, diarreia e perda de peso. Os sinais e sintomas tardios dependem da localização do tumor e podem incluir: dor nos ossos; dificuldade para respirar; tosse; abdômen inchado; aumento dos gânglios linfáticos; transpiração excessiva; aumento da frequência cardíaca pressão alta; dificuldade para urinar; movimentos involuntários e incontroláveis dos olhos, pés e pernas; dificuldades com o equilíbrio do corpo e perda do movimento dos quadris e membros inferiores, até o ponto de completa paralisia.

Envie seu Comentário