PONTO DE VISTA MÉDICO

Violência infanto-juvenil, atos podem ser reflexos do que os jovens vivenciam

Dr. Eder explica como acontece um fenômeno conhecido como efeito Werther

 
 

05/04/2019 11h56
Por: André Rodrigues

 
 
Dr. Eder Caloi Barro e Romeu de Campos Junior conversam sobre Violência Infanto-juvenil - Linha Direta 05.04.2019 - Arquivo Rádio Caçula FM 96,9 Dr. Eder Caloi Barro e Romeu de Campos Junior conversam sobre Violência Infanto-juvenil - Linha Direta 05.04.2019 - Arquivo Rádio Caçula FM 96,9

O programa Linha Direta desta sexta-feira (05) de abril trouxe a tona um assunto muito importante para a sociedade que é a violência infanto-juvenil, o caso mais recente foi o massacre que aconteceu em uma escola do município de Suzano (SP), onde dois jovens adentraram na escola, no dia 13 de março de 2019, mataram várias pessoas e depois tiraram a própria vida. Convidamos o Dr. Eder Caloi Barro, Médico Psiquiatra, que possui um extenso currículo e pode falar com propriedade sobre o tema principal e casos relacionados que tem acontecido pelo Brasil e pelo mundo, inclusive em Três Lagoas (MS).

CURRÍCULO:

Eder Caloi Barro - Médico Psiquiatra Graduado em Medicina pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2011). Pós-graduado na Residência Médica de Psiquiatria de São José dos Pinhais-PR. Exerceu a função de médico generalista no Exército Brasileiro em 2012-2013. Trabalhou na Clínica Quinta do Sol e no Hospital Espírita de Psiquiatria Bom Retiro. Tem experiência profissional atuando no atendimento ambulatorial infantil, adulto e geriátrico dos diversos transtornos mentais, inclusive em urgências e emergências psiquiátricas, dependência química e matriciamento nas Unidades Básicas de Saúde. Trabalhou no CAPS II, CAPS AD e Centro de Especialidades Médicas de Três Lagoas.

O Efeito Wherter

O Psiquiatra iniciou a entrevista falando sobre o papel de influencia que exercem as mídias nesses casos. Muitas vezes, as notícias, e principalmente, nas redes sociais, são divulgados muitos detalhes das ocorrências, e o pior, repetidamente. Segundo o médico isso pode acabar reforçando nos indivíduos aquele tipo de comportamento.

O médico explica como ocorre esse fenômeno, que é conhecido na psiquiatria como Efeito Wherter. Segundo ele, o romance "Os sofrimentos do jovem Werther" (1774), um livro escrito por Johan Wolfgang von Goethe teria causado uma onda de suicídios, que foram atribuídos a influência do personagem principal, que demonstra um sofrimento muito grande no Romance e ao final se suicida.

Tecnologia versus atitude

Com o advento da internet, o mundo foi transformado. Hoje, mesmo famílias com pouco poder aquisitivo tem acesso a computadores, smartphones, tablets ou qualquer outro dispositivo com acesso à nuvem. E segundo Eder, esse ambiente pode ser utilizado para o bem, ou para o mal. Tudo depende de como a tecnologia é utilizada.

Dessa forma, a principal preocupação do médico é com os falsos alardes que são facilmente gerados nos dias de hoje. Afinal, qualquer mensagem pode ser facilmente replicada nas redes sociais. E isso pode gerar uma espécie de pânico generalizado na sociedade.

Responsabilidade familiar

Para o médico psiquiatra é importante que os pais ou tutores estejam acompanhando o que as crianças e adolescente estão fazendo. Acompanham atividade na internet, procurar conhecer os amigos e se possível, tentar ser mais próximo desses amigos, ou seja, ganhar a confiança. Assim, fica mais fácil de evitar que influencias modifiquem ou incentivem comportamentos violentos nessas pessoas.

Romeu e o convidado abordaram diversos tópicos. Entre eles, a violência em Suzano (SP), caso de violência infanto-juvenil em escola do Arapuá, ataque planejado na UFMS, separação e o convívio familiar, autmutilação, suicídio, entre outros assuntos relacionados.

Você pode saber mais detalhes do bate papo assistindo a entrevista na integra. Veja o vídeo mais abaixo: