EDUCAÇÃO

Aldeia Olyntho Kamayurá é feita em Escola para celebrar o Dia do Índio

Além da construção de uma oca, os alunos da Escola Municipal Olyntho Mancini vivenciaram pesca, plantação e caça em atividades práticas.

 
 

18/04/2019 16h21
Por: Mirela Coelho

 
 
Foto: Divulgação. Foto: Divulgação.

Buscando levar os alunos a vivenciarem a cultura indígena em comemoração ao Dia do Índio celebrado em 19 de abril, cerca de 540 crianças de 5 a 11 anos, da Escola Municipal Olyntho Mancini, participam de atividades práticas no pomar da Unidade nesta quinta-feira (18) pela manhã.

Em homenagem à descendência de uma de suas professoras, a equipe da escola recriou no local uma Aldeia com folhas de coqueiro chamando-a de Olyntho Kamayurá.

Com som ambiente os professores conversavam com os alunos no interior da Oca e depois os levava para desenvolverem atividades tais como a pesca, plantação e caça, todos criados artesanalmente.

Segundo o diretor, Jefferson Rodrigues Martins, "nosso intuito foi criar uma ambientação das aldeias indígenas e resgatar a história e cultura destes povos. Trabalhamos em sala de aula a teoria e aqui a prática incentivando os alunos a plantarem milho e mandioca, pescarem e caçarem", disse.

Jefferson diz que "a expectativa é levar aos alunos o conhecimento e por meio da prática ajuda-los a adquirir respeito pelo estilo de vida dos povos indígenas, diminuindo o preconceito," explicou.

Para Tiago Gama, de 6 anos, "foi muito legal caçar e plantar. Já fiz isso com meus pais em casa uma vez e eu gostei muito", disse.

Já Carlos Eduardo, de 6 anos, gostou de brincar com o arco e flecha. "Foi muito legal aprender com a professora como que faz para caçar", comentou.

Informação da assessoria da Prefeitura de Três Lagoas