02/06/2017 15h13

Em nota oficial Prefeitura desmente falta de material para curativo na UPA de Três Lagoas

 
Por: Rayani Santa Cruz
 

Publicidade

Depois que o vereador Reneé Venâncio- PSD, soltou um vídeo em sua rede social, afirmando que um paciente estaria sendo medicado, e uma fita "crepe", teria sido colocada para segurar a mangueira do remédio, a Secretaria de Saúde emitiu nota e um vídeo explicando a situação.

Conforme a Secretária Angelina Zuque, não existe a falta do produto micropore ou fita adesiva cirúrgica na unidade. Ela disse que dois profissionais que estavam em plantão no dia do ocorrido, utilizaram inadequadamente a fita crepe.

A responsável pela pasta, ainda citou que não se sabe os motivos, mas que os trabalhadores foram notificados e serão responsabilizados.

A funcionária do setor aonde o material é guardado disse também que o material sempre é reposto quando, os técnicos fazem o pedido do tal, e mostrou a fita de diversos tamanhos guardadas em uma caixa.

Leia na íntegra

A Secretária de Saúde de Três Lagoas, Angelina Zuque, esteve na UPA - Unidade de Pronto Atendimento verificando denúncia sobre a utilização de fita crepe para "curativos". O que constatamos: dois profissionais utilizaram durante plantão desta quinta-feira (01/06), inadequadamente, fita crepe para a fixação de agulha para manipulação de soro. Esses técnicos foram notificados e serão responsabilizados, pois na unidade existe em estoque micropore de todos tamanhos ou fita adesiva cirúrgica suficiente para atender os pacientes. Portanto, não falta esse material nas unidades.

Envie seu Comentário