Flodoaldo retira assinatura do Projeto de Lei que cria a "Medalha Stênio Congro"

Na sessão da última terça (16), o vereador Luiz Akira (PSDB) solicitou caráter de "Urgência" para votação e aprovação de proposta de sua autoria sobre Medalha Stênio Congro.

 
 

17/04/2019 17h50
Por: Julia Vasquez

 
 
Vereador Professor Flodoaldo retirou assinatura do Projeto de Lei, mas votou pelo caráter de “Urgência” 
Foto: Divulgação. Vereador Professor Flodoaldo retirou assinatura do Projeto de Lei, mas votou pelo caráter de “Urgência”
Foto: Divulgação.

Fatos inusitados marcaram a ultima sessão da Câmara Municipal de Três Lagoas.

Ha poucos minutos antes da sessão da Camara Municipal nessa ultima terça-feira (16), o Vereador Flodoaldo decidiu atendendo aos clamores da população, retirar a sua assinatura como um dos autores do Projeto de Lei nº 03 de 16/12/2018 que criava a Medalha de Honra ao Mérito Stênio Congro com o respectivo Diploma aos profissionais da comunicação da cidade de Três Lagoas, no âmbito de todas às categorias (jornalistas, radialistas, fotógrafos, cinegrafistas, escritores, blogueiros, etc).

Após inúmeras críticas dos cidadãos treslagoenses, a programação da Rádio Caçula debateu o tema e, diante da rejeição, o vereador Professor Flodoaldo do Solidariedade (SD) decidiu voltar atrás com a retirada da sua assinatura.

Outros dois fatos chamaram a atenção e causaram estranhamento ao concentrarem-se nas seguintes constatações:

Primeiro, não é regra nem de bom tom o autor da proposta de Lei ao mesmo tempo criar, redigir e também articular para que tal matéria seja aprovada. Via de regra, o caráter de Urgência deve ser proposto por outros parlamentares.

Segundo, entre tantas reais urgências nas políticas públicas como Educação, Saúde, Habitação, etc, forçar rapidez para tratar assuntos de mera cordialidade social é afrontoso à população como um todo.

Votaram a favor do Regime de Urgência os vereadores: Luiz Akira (PSDB), Professor Flodoaldo, Marcus Bazé (DEM) e Celso Yamaguti do PSDB. Os demais votaram contra.

Flodoaldo ao ser perguntado porquê votou a favor do Regime de Urgência, disse à nossa reportagem: "Como eu era um dos autores ficaria chato eu não votar a favor. Principalmente porque eu já sabia que o meu voto não faria a diferença", analisou o vereador.

Da redação.

População treslagoense rejeita Projeto de Lei População treslagoense rejeita Projeto de Lei

"Como eu era um dos autores ficaria chato eu não votar a favor. Principalmente porque eu já sabia que o meu voto não faria a diferença",

— analisou o vereador.