06/10/2017 09h46

Sequência de acidentes graves na BR-262 adianta operação tapa buracos na rodovia

Serviço na região conhecida como Córrego do Pombo iniciaram nesta quinta-feira (5)

 
Por: Ana Carolina Kozara
 
 
Foto: Acidente com vítimas fatais ocorrido no dia 29 de Setembro de 2017 Foto: Acidente com vítimas fatais ocorrido no dia 29 de Setembro de 2017

Publicidade

Conhecida como rodovia da morte, a BR-262 liga o estado de São Paulo à capital de Mato Grosso do Sul e na ultima semana registrou quatro acidentes graves, dos quais três pessoas acabaram perdendo suas vidas.

De acordo com os sobreviventes dos acidentes, uma das principais causas de o motorista ter perdido o controle dos automóveis foi à péssima condição da rodovia.

A reportagem da Caçula FM entrou em contato com o engenheiro regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), Milton Rocha Marinho que em entrevista disse que a empresa Pavidez de Minas Gerais venceu a licitação para realizar o serviço de tapa-buracos na rodovia e que devido aos graves acidentes ocorridos na região conhecida como Córrego do Pombo, o inicio dos trabalhos foram antecipados.

Marinho disse que os reparos serão iniciados no trecho entre o km 80 e 90 da rodovia e que nos próximos 15 dias os buracos, considerados mais perigosos serão tampados.

Marinho disse que a licitação para este serviço foi demorado porque muitas empresas que participaram do processo entregaram documentações erradas e prejudicou a decisão.

Inicio dos trabalhos

A empresa vencedora iniciou a mobilização dos equipamentos e a contratação da equipe que irá realizar os reparos na rodovia. Marinho disse que nesta quinta-feira (5) um grupo de funcionários foi designado para iniciar o trabalho de campo na região considerada a mais critica.

Marinho ainda ressaltou que o trabalho realizado pela empresa mineira ocorre em paralelo ao investimento de R$ 150 milhões que será investido no consorcio vencedor da licitação e que irá realizar a restauração da pista, construção de acostamento e da terceira faixa em determinados pontos da rodovia. Este serviço deve iniciar em 2018.

Envie seu Comentário