APÓS SEPARAÇÃO

Pai que ameaçou filhas volta a casa e diz querer reativar o convívio com elas

 
 

06/01/2019 09h51
Por: Gabriele Benati

 
 

Na madrugada deste domingo (06), a Polícia Militar (PM) foi acionada via COPOM (Centro de Operações da Polícia Militar) por volta das 5:30 para deslocar-se até a Rua João Carrato no Centro de Três Lagoas (MS) onde possivelmente um suspeito estaria em posse de arma de fogo em cima de um muro de uma residência.

Segundo informações do boletim de ocorrência, duas irmãs de 18 e 19 anos acordaram com os latidos do cachorro e que ao olharem pela janela, viram um sujeito em cima do muro aparentemente armado.

De imediato, as meninas correram e se trancaram no banheiro da casa e ligaram para o 190. E após acenderem a lâmpada, escutaram o barulho de uma moto saindo do local.

Aos policiais, as jovens informaram que no dia 01/01/2019 elas registraram um boletim de ocorrência de violência doméstica contra o pai de 37 anos, pois ele havia ido até a casa delas onde se encontrava também a mãe e ameaçou as três mulheres de morte.

Desde então, a mãe se separou do autor e as irmãs pediram medida protetiva contra ele, porém, ainda não estão em posse da mesma. Elas recebem ligações frequentes do pai querendo saber onde a mãe está, pois a mulher se mudou para outra cidade.

Os policiais localizaram o autor há cerca de 120 metros da residência. Ele não estava armado e ao ser questionado, informou que estava tentando reativar o convívio com as filhas. O homem foi levado para a delegacia e a motocicleta entregue para a filha.