DECISÃO JUDICIAL

Justiça decreta falência e lacra lojas do Grupo Bigolin

Arrecadação dos bens deverá ser feita para garantir pagamento dos credores

 
 

14/03/2019 10h47
Por: Deyvid Santos

 
 

A Justiça de Campo Grande (MS) determinou a lacração dos estabelecimentos comerciais e arrecadação dos bens das empresas formadora do Grupo Bigolin. A decisão atende a uma ação de pedido de recuperação judicial que foi convertida em falência.

José Henrique Neiva de Carvalho e Silva, juiz da Vara de Falências, Recuperações, Insolv.e CP Cíveis, da Comarca de Campo Grande (MS) autorizou o administrador judicial que procedesse com o lacramento dos estabelecimentos comerciais e arrecadação dos bens das empresas, por ter sido decretada sua falência.

Na manhã desta quinta-feira (14), a Loja da Bigolin em Três Lagoas (MS) amanheceu fechada com o comunicado. A dívida do Grupo Bigolin, um dos mais fortes no ramo da construção civil em Mato Grosso do Sul, chegava a R$ 59,2 milhões, em 2016 quando foi realizada a apresentação do plano de recuperação judicial.

O Grupo Bigolin é composto pelas empresas Bigolin Materiais de Construção Ltda., Ângulo Materiais de Construção e Serviços Ltda., Casa Plena Materiais de Construção Ltda., D&D Comércio, Construção e Serviços Ltda. e Nara Rosa Empreendimentos Imobiliários Ltda. e está no Estado desde 1982, com unidades espalhadas também por São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.