CONTRABANDO DE CIGARROS
13/03/2018 11h25

Polícia Rodoviária Federal prende três pessoas em Água Clara por fazerem serviço de batedores

Os três homens, de 24, 26 e 27 anos, monitoravam o trabalho da PRF para facilitar o transporte de cigarros contrabandeados.

 
Por: Laís Eger Penha
 
 

Na manhã de segunda-feira (12), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu três pessoas por organização criminosa e atentado contra serviço de utilidade pública. A prisão aconteceu em frente à Unidade Operacional na BR-262, em Água Clara (MS).

Um carro prata, com placas de Belo Horizonte (MG), foi abordado um quilômetro após a unidade, por apresentar características de um veículo utilizado para a prática de crimes. O condutor do carro era um homem de 26 anos, que ficou nervoso ao ser parado, dando respostas contraditórias aos policiais.

Suspeitando que o jovem estava fazendo serviço de batedor, as autoridades encaminharam ele para a Unidade Operacional para mais averiguações.

Foi constatado que mais pessoas estavam envolvidas no trabalho, o que levou os policiais a iniciarem rondas pelos postos de combustíveis e restaurantes da região. Em um desses estabelecimentos, um tratorista, de 27 anos, foi abordado observando a movimentação da PRF e repassando informações aos comparsas. O terceiro indivíduo envolvido no caso foi localizado em um hotel próximo a BR-262 e tem 24 anos. Ambos também foram encaminhados para a base da Polícia Rodoviária Federal.

Após averiguações, os policiais descobriram que os três suspeitos monitoravam as atividades dos mesmos desde a madrugada anterior, para passar com veículos transportando cigarros contrabandeados. Diligências foram realizadas na tentativa de encontrar mais pessoas envolvidas no crime, mas ninguém foi localizado.

Os três foram presos pelos crimes de atentado contra o funcionamento do serviço de utilidade pública e organização criminosa. Os jovens foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Água Clara.

Envie seu Comentário