MACONHA, CRACK E COCAÍNA
12/06/2018 08h37

Polícia prende três pessoas por tráfico de drogas em Brasilândia

Foram apreendidos maconha, cocaína, crack e aparelhos celulares.

 
Por: Laís Eger Penha
 
 

Três pessoas foram presas na noite de segunda-feira (11) em Brasilândia (MS), por tráfico de drogas. Os suspeitos foram abordados no Posto Fiscal João André, em um carro com placas de Dracena (SP).

De acordo com o boletim de ocorrência, o veículo era conduzido por um homem de 50 anos, e com ele estavam uma mulher de 28 anos e jovens, de 18 e 23. Durante a busca pessoal com os indivíduos, um deles, o jovem de 18 anos, conseguiu fugir para um matagal, não sendo localizado pelos policiais. A fuga despertou suspeita nos policiais, que fizeram uma busca minuciosa no veículo.

Embaixo de um dos bancos, os policiais encontraram três tabletes de maconha, pesando 1,560 kg e também uma pequena porção de crack, pesando 0,4 gramas. Diante dos fatos, os suspeitos receberam voz de prisão e foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil para as medidas cabíveis.

Na unidade policial, o rapaz de 23 anos, já conhecido por praticar venda de entorpecentes, foi questionado sobre a existência de drogas em sua residência. Inicialmente, ele negou possuir mais entorpecentes, mas acabou admitindo o material que estava em sua casa, visto que os policiais afirmaram que fariam buscas no local. Juntamente com o delegado, eles se encaminharam até a casa do suspeito. No local, foram encontrados 18 porções de maconha prontas para a venda, pesando 0,19 gramas, 27 pinos de cocaína, pesando 0,23 gramas e uma porção de crack, de 0,16 gramas. Uma quantia de cocaína envolta em papel celofane também foi encontrada, pesando 0,54 gramas, além de um tablete de maconha, pesando 330 gramas. Em espécie, os policiais encontraram R$ 514,00.

No total, foram apreendidos 2,100 kg de maconha, 0,20 gramas de crack, 0,78 gramas de cocaína, papel celofane e três aparelhos celulares. O material apreendido foi encaminhado para a delegacia, para as medidas necessárias.

Envie seu Comentário