09/08/2017 15h25

Morre no hospital trabalhador que teve braço decepado 2 dias antes das férias

Acidente de trabalho ocorreu no último dia 29 de julho

 
Por: Midia Max
 
 

Publicidade

Marcelo Jesus da Silva, de 39 anos, funcionário que perdeu o braço direito durante acidente de trabalho na empresa Repram Reciclagem e Preservação Ambiental, não resistiu ao ferimento e morreu na madrugada desta quarta-feira (9), onze dias após o ocorrido.

No acidente de trabalho que ocorreu dia 29 de julho, Marcelo perdeu o braço e um operador de linha, a mão esquerda. O fato aconteceu durante trabalhos em um moinho triturador de plástico.

Conforme a assessoria de imprensa da Santa Casa, o óbito foi registrado, por volta das 2h15. O segundo envolvido, teve a mão esquerda amputada, na altura do punho, mas recebeu alta no último dia 5 de agosto, às 22h.

Caso

Acidente de trabalho no início da manhã de sábado, 29 de julho, decepou a mão e o antebraço de dois funcionários da empresa Repram Reciclagem e Preservação Ambiental, localizada no Bairro Tiradentes, em Campo Grande. Trabalhadores teriam desrespeitado normas de segurança. As vítimas que estavam no setor de triagem e processamento do material reciclável, especificamente no moinho de plástico foram socorridas, em princípio, pelo responsável pelo setor, o funcionário Néris da Fonseca de 59 anos.

Visivelmente abalado, o funcionário conta que quando chegou já não dava para fazer nada. "Um dele era o operador de linha e responsável pela manutenção máquina, o segundo auxiliava os trabalhos. Quando cheguei no setor só deu tempo de tentar estancar o sangue da mão de um, pois o outro já estava sem o antebraço", relata.

O operador de linha tinha cerca de quatro meses de empresa, já o auxiliar sairia de férias na segunda-feira (31). Jeferson Braga, gerente da empresa, disse ao Jornal Midiamax que os funcionários teriam desrespeitado normas de segurança. Ele ressalta que o setor é crítico e requer cursos de segurança.

"A máquina tem procedimento de manutenção que os funcionários conheciam e não cumpriram e por isso aconteceu essa fatalidade", explicou.

Equipes do Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço Móvel de Urgência) as vítimas foram socorridas à Santa Casa.

Envie seu Comentário