ECONOMIA

Ministério vai priorizar crédito para pequenos e médios produtores

BNDES remanejou R$ 791 milhões para conceder financiamento

 
 

23/02/2019 10h20
Por: Deyvid Santos

 
 

Os recursos de R$ 21 bilhões destinados ao plano safra foram insuficientes para atender a demanda de solicitações de crédito rural do setor produtivo brasileiro. Além dos investimentos em ampliação e capital do giro, os produtores rurais amargaram altos prejuízos em razão das alterações climáticas do ano passado.

Sobre o assunto, a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina Correa, explicou que o orçamento é curto e o governo federal não pode gastar mais do que tem, porém, serão discutidas alternativas para liberar mais recursos e novidades devem ser divulgadas até o mês de março.

"O valor destinado à safra passada acabou em novembro e o governo está procurando soluções para auxiliar os produtores. Inicialmente, nossa prioridade serão os pequenos e médios produtores que têm menor margem para contratar os financiamentos", pontua.

ANTIDUMPING LEITE

Sobre a extinção da lei antidumping, em funcionamento desde 2003 para proteger os produtores rurais brasileiros de importações da matéria-prima e subprodutos com preços menores, Tereza Cristina fez a seguinte observação: "Esta resolução foi tomada para evitar que a Nova Zelândia e a União Europeia tomassem o mercado nacional. No entanto, nos últimos anos isso não foi mais identificado e por isso, a medida caiu".

Na avaliação da ministra, a preocupação deve se voltar para apoiar os pequenos produtores a impulsionarem a produção de leite.

"Somente oito municípios brasileiros não contam com atividade leiteira, enquanto que as demais 5,6 mil cidades contam com pequenas produções.Trata-se de uma cadeia social que necessita de estímulo e por isso, estamos alinhando com o ministério da economia, como isso poderá ser feito", conclui.

CRÉDITO BNDES

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) anunciou na quarta-feira (20) que foram remanejados R$ 791 milhões de reais para crédito rural, na safra 2018/2019.

A autorização foi concedida pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e visa atender a demanda por empréstimos, que superou R$ 40 bilhões destinados inicialmente (somadas todas as fontes de recurso).

Informações do site Correio do Estado

Envie seu Comentário