CAMPO GRANDE

Homem desaparecido é localizado em boca de fumo na Capital

 
 

04/01/2019 09h50
Por: Laís Eger Penha / Por Campo Grande News

 
 

A Polícia Civil, após ação conjunta com a 5ª Delegacia de Polícia, além dos investigadores do Grupo de Operações e Investigações (GOI) e a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Piratininga, localizaram um auxiliar administrativo, de 33 anos, que estava desaparecido há dois dias, em Campo Grande. Em depoimento, ele disse que "o traficante ia mostrar o mundo pra ele".

"Ele sumiu no dia 1° e foi encontrado na noite dessa quinta-feira (3). A vítima estava em uma boca de fumo no bairro Guanandi e o traficante estava circulando na cidade com o carro dele. Na verdade, a vítima nunca foi usuário e estava entrando agora para o mundo das drogas. A investigação aponta que ele atua em um hospital da cidade e é sobrinho de uma juíza", afirmou a investigadora Maria Campos, responsável pelas investigações.

A suspeita inicial, ainda conforme Campos, é que a vítima estaria em cárcere, usando pasta base de cocaína, enquanto o traficante utilizava o carro dele para cometer crimes na cidade. De acordo com o registro policial, este fato não foi confirmado, já que o homem alegou estar ali por vontade própria, sendo que o carro pertencia ao tio dele e foi "alugado" por R$ 50, valor este que foi trocado em porções de droga.

Antes de abordar o homem que estaria desaparecido, os policiais abordaram outro usuário de droga. Este estava em uma motocicleta no portão, quando avistou os policiais e correu em direção a uma casa.

O jovem chegou a cair e machucar a face, dizendo que se assustou com a chega da polícia. Ele comentou que é usuário de drogas e se negou a receber atendimento no posto de saúde. Em seguida, os investigadores localizaram a vítima do suposto desaparecimento.

O homem prestou depoimento, teve o carro devolvido pelos policiais e deve responder a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). O caso foi registrado na 5ª Delegacia de Polícia.

Envie seu Comentário