META 2019

Governo de MS estuda plano de demissão voluntária para servidores

A medida em análise seria parte do processo de reestrutução e adequação de despesas

 
 

04/01/2019 09h07
Por: Deyvid Santos

 
 

Com a missão de administrar o limite de gastos com pessoal e melhorar receitas diante do cenário de retomada do crescimento econômico ainda indefinido no País, o governo de Mato Grosso do Sul estuda retomar o Programa Especial de Incentivo ao Desligamento Voluntário (PDV) dos servidores estaduais.

Conforme o secretário de governo e gestão estratégica, Eduardo Riedel, um estudo para reimplantação do programa começou a ser feito no mês de dezembro de 2018, mas ainda não há conclusões sobre quais benefícios os servidores terão, caso se inscrevam, nem a expectativa de adesão ou de economia que o governo terá com o programa. "Ainda estamos no meio do estudo. Queremos terminar este levantamento e só depois emitir qualquer avaliação", explicou o secretário.

Segundo Riedel, a motivação para o estudo é parte do processo de reestrutução e adequação de despesas, meta do governo em 2019. "É um processo de você ajustar todo o seu efetivo. Mas, além disso, [o programa] pode ser uma alternativa para aqueles que entenderem vantajoso. Nós estamos fazendo algumas mudanças e existem pessoas que podem não concordar, então, pode ser uma alternativa a elas", disse.

Informações do Site Correio do Estado

Envie seu Comentário