BRASILÂNDIA

Aluno afirma ter pacto com o diabo e ameaça colegas que lhe chamam de Jesus

Usuário de medicamentos controlados, ele ameaçou alunos da instituição com um estilete.

 
 

14/09/2018 09h32
Por: Laís Eger Penha

 
 

Um aluno de 24 anos tem causado transtornos para profissionais e estudantes de uma escola estadual na cidade de Brasilândia (MS). Usuário de medicamentos controlados, ele ameaçou alunos da instituição com um estilete na tarde de quinta-feira (13).

Segundo o boletim de ocorrência, a diretora da unidade escolar procurou a Delegacia de Polícia Civil para registrar um boletim de ameaça após o autor pegar um estilete e ameaçar ferir os alunos. Ela relatou que o suspeito é aluno do 2° ano do Ensino Médio no período noturno, mas que fica pela escola durante todo o dia. O jovem faz uso de remédios controlados e demonstra grande irritação quando alguém lhe chama pelo nome de ‘Jesus’, fato que faz com que os demais alunos o provoquem.

Na tarde de quinta-feira, o mesmo pulou o muro da escola e se aproximou de uma turma de alunos que estava na quadra de esportes. Ele estava armado com um estilete e questionou os alunos quem havia lhe chamado de ‘Jesus’, pois iria fazer cortes no corpo do estudante. O aluno não gosta do "apelido" pois afirma ter um pacto com o diabo.

O professor que acompanhava os alunos pediu que o autor se acalmasse e saísse do local. Ele atendeu o pedido, mas retornou em seguida e disse que pegaria quem o chamou de ‘Jesus’ no lado de fora da escola.

Temendo pela integridade dos estudantes, que ficaram com medo das ameaças, a diretora foi comunicada e a mesma procurou a polícia. A diretora relatou aos policiais que tem problemas com o aluno frequentemente, principalmente após o mesmo ter parado de tomar os medicamentos necessários. Segundo relatou, ele também teve problemas com funcionários e professores de outras escolas que estudou.

Envie seu Comentário