10/12/2013 - Atualizado em 10/12/2013

Concursos autorizados para 2014 devem oferecer 2,5 mil vagas

Por: G1
 
 
Foto: Divulgação/Ilustração

O ano de 2014 está batendo à porta e boas oportunidades estão a caminho. Como sempre, não há garantia de que todas vão se concretizar, já que até mesmo uma autorização para concurso publicada pode ser revogada ou ter o prazo para o edital expirado. Mas isso é exceção. Veja abaixo as seleções já autorizadas, cujos editais podem sair a qualquer momento. As provas, inevitavelmente, ficarão para o ano que vem. E ainda duas empresas que não dependem de autorização para fazer concursos, mas estão para aumentar o quadro de funcionários: a Caixa e os Correios.

Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) Depois de muitos anos sem concurso, o Instituto Chico Mendes recebeu autorização para o preenchimento de 241 vagas, por meio da portaria nº 419, de 4 de novembro último. São 168 para técnico administrativo, 53 para técnico ambiental (os 2 cargos são de nível médio e têm salário de R$ 3.039) e 20 para analista administrativo (nível superior e salário de R$ 5.761). Para os cargos administrativos, o candidato pode ter como base o concurso do Ibama. Já para o técnico ambiental, uma parte do conteúdo deverá ser diferente, porque enquanto um órgão cuida do licenciamento (Ibama), o outro cuida da preservação (ICMBio).

A portaria nº 423 autorizou a realização de concurso para 30 vagas de analista ambiental, de nível superior. Essas vagas serão para Unidades de Conservação presentes no Complexo da Bacia do Tapajós. O salário é de R$ 5.761. O último concurso para este cargo aconteceu em 2008 e foi organizado pelo Cespe/UnB. O candidato pode usar aquele edital como base para os estudos, com atenção para atualizar a legislação. Os editais deverão ser publicados até maio/2014.

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) A portaria nº 327, de 17 de setembro, autorizou a realização de concurso para 796 vagas. De nível superior são 232 para fiscal federal agropecuário, com salário de R$ 11.500, mais 50 para agente de atividades agropecuárias e 100 para agente de inspeção sanitária e industrial, ambos os cargos com salário de R$ 5.500.

Além dessas, há vagas para formações específicas: 4 para economista, 3 para engenheiro, 3 para geógrafo (com salário de R$ 5.081), 25 para administrador, 2 para bibliotecário, 2 para psicólogo e 6 para contador (todos com salário de R$ 3.980)

Para quem tem nível médio, foram autorizadas 110 vagas para agente administrativo (com salário de R$ 2.570), além de diversas para quem tem médio-técnico: 184 para técnico de laboratório (salário de R$ 5.557), 70 para auxiliar de laboratório (R$ 3.543) e 5 para técnico de contabilidade (R$ 2.570). O prazo para o edital é março de 2014.

Ministério do Trabalho e Emprego A portaria 339, publicada em 27 de setembro, autorizou 415 vagas para agente administrativo no Ministério do Trabalho. O salário é de R$ 2.570. O edital terá de ser publicado até março de 2014. A banca examinadora será o Cespe/UnB.

O concurso anterior, de 2008, também realizado pelo Cespe, deve servir de base para o estudo até a divulgação do novo edital. As matérias cobradas foram português, direito constitucional, direito administrativo, informática, relações públicas, gestão administrativa e legislação específica. Além disso, outros concursos da área administrativa realizados pela banca também podem servir de referência para o candidato.

A mesma portaria autorizou a realização de concurso para 35 vagas de contador, com salário de R$ 3.980. Ainda para o MTE, a portaria 338, de 27 de setembro, autorizou concurso para 30 vagas de assistente em ciência tecnologia (nível médio), para a Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro), ligada ao ministério.

Ministério da Fazenda A portaria 421, publicada em 4 de novembro, autorizou 1.026 vagas para assistente técnico-administrativo (ATA). A remuneração é de R$ 2.802 e o edital terá de ser publicado até maio. Este também é um concurso muito esperado, em razão do número de vagas que deverão ser oferecidas e pelo fato de cobrar matérias comuns a outros concursos da área administrativa.

Os concursos anteriores (2009 e 2012) foram realizados pela ESAF e cobraram as disciplinas português, direito constitucional, direito administrativo, informática e raciocínio lógico. Além dessas, o de 2009 cobrou ainda direito tributário e direito previdenciário. Já o de 2012 não cobrou essas 2 e incluiu arquivologia e gestão pública.

Quem quiser garantir a sua vaga deverá intensificar os estudos, priorizando as disciplinas comuns. Quando sair o edital, poderá verificar as matérias cobradas e fazer os ajustes necessários. Será importante, também, treinar o conhecimento a partir de provas de concursos similares organizados pela mesma banca, para o candidato se acostumar ao estilo de questões e verificar quais pontos do conteúdo precisam ser reforçados.

Não precisam de autorização

Caixa Econômica Federal A Caixa teve autorizado um aumento de 9.873 funcionários até 2015, sendo 4.850 em 2014 e o restante em 2015 (portaria 14, de julho/2013). As notícias são de novo concurso já no início de 2014 e ele não depende de autorização pelo fato de a Caixa de tratar de uma empresa de economia mista. Os concursos da Caixa são para cadastro de reserva, mas isso não deve ser uma preocupação para o candidato, porque muitos aprovados são convocados.

Os salários para técnico bancário (nível médio) são de R$ 1.744. Há possibilidade de ascensão na carreira, por meio de cursos internos oferecidos pela estatal.

O concurso anterior aconteceu em 2012 e foi realizado pela Cesgranrio. A Caixa tem tradição de realizar concursos a cada 2 anos e as disciplinas cobradas costumam ser: português, atualidades, matemática, informática, ética, atendimento, conhecimentos bancários, história e estatuto da CEF, e legislação específica.

Como se observa, apesar de também ser concurso para nível médio, tem características diferentes, o que sugere uma preparação mais específica e voltada para a área. Quem estudou para o Banco do Brasil tem boa parte do conteúdo adiantada, porque são concursos bastante similares.

Correios Concurso para os Correios era uma boa aposta para 2013 que não se concretizou, mas permanece com grandes possibilidades de acontecer em 2014. O salário está na faixa de R$ 1.800. Assim como a Caixa, os Correios não precisam de autorização para realizar a seleção.

O concurso anterior aconteceu em 2011 e, segundo os Correios, foram contratados em torno de 20 mil funcionários. As matérias cobradas são comuns a outros cargos de nível médio – português, matemática e informática. Assim, a ideia é seguir estudando e aproveitar outros editais da área administrativa que apareçam. Vale lembrar que para carteiro e operador de triagem e transbordo houve prova física. Então, é bom cuidar também dessa parte da preparação.

Também são esperadas diversas oportunidades para que tem nível superior em qualquer área de formação, e também vagas que exigem formações específicas. Há ainda a expectativa de outras vagas de nível médio e médio-técnico.

Concursos municipais O candidato deve também ficar atento às oportunidades em concursos estaduais e municipais.

Vários municípios devem realizar concursos para fiscal (ISS). São Paulo já tem autorização autorização para 98 vagas de auditor fiscal e pedido para 100 vagas para a controladoria geral do município. Recife e Palmas já têm comissão constituída para organizar o concurso, o município de Niterói (RJ) realizou o último concurso em 2002, e o Rio de Janeiro também precisa repor seus quadros. Infelizmente, não podemos garantir que todos esses concursos se realizarão. Por outro lado, vários outros municípios (e são mais de 5 mil) podem surpreender com editais no próximo ano.

Minha sugestão é que você escolha uma área e comece o estudo pelas disciplinas básicas, para poder concorrer a diversas oportunidades que surgirem. Organize a sua rotina, o material de apoio, e comece logo a estudar, para ter tempo de sedimentar o conteúdo antes da publicação do edital. Prepare fichas-resumo para poder revisar as matérias. E, depois da publicação do edital, faça muitas provas de concursos anteriores organizados pela mesma banca, para refinar o estudo e conhecer bem o estilo de questões.



Seja o primeiro a comentar!

Envie seu Comentário!

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.