GOLPE

Mulher de 64 anos é vítima de estelionato em Brasilândia (MS)

De acordo com a vítima, tudo começou em Janeiro deste ano, quando ela adicionou uma pessoa desconhecida em seu Facebook. O golpe foi de pouco mais de 82 mil reais

 
 

24/04/2019 16h08
Por: Redação

 
 
O golpe teve início e Março, mas tudo começou quando a vítima adicionou um dos golpistas em Janeiro. Foto: Divulgação O golpe teve início e Março, mas tudo começou quando a vítima adicionou um dos golpistas em Janeiro. Foto: Divulgação

Em Brasilândia (MS), uma mulher de 64 anos procurou a Delegacia de Polícia Civil da cidade na segunda-feira (21) após sofrer um golpe de pouco mais de 82 mil reais em duas transferências bancárias.

De acordo com a ocorrência, a vítima adicionou ao seu Facebook uma pessoa, até então desconhecida, e estabeleceu contato até março, quando o golpe teria começado a ser armado.

Em uma nova conversa nessa época, o golpista dizia ter viajado para a Espanha e visto coisas "muito bonitas", como, segundo a vítima, um par de sapatos que ele havia adquirido e que presentearia à mulher.

Além disso, o criminoso falava de uma suposta quantia de dinheiro que desejava presentear a vítima, e a mesma pudesse utilizar da forma que quizesse. Além disso, o golpista enviaria uma outra quantia de dinheiro para que a vítima guardasse para ele.

Do perfil às ligações suspeitas, o golpe foi traçado

Após várias conversas pelo Facebook, a vítima passou a receber diversas ligações, todas supostamente feitas pela Receita Federal, o que era mentira. A suspeita é de que o crime teria contado com a participação de diversos estelionatários.

Na primeira das ligações, a mulher teria sido informada que as quantias prometidas pela pessoa que ela conversava, estavam retidas e que ela precisaria pagar uma multa para não ter o dinheiro apreendido. A mulher, então, transferiu o dinheiro para a conta bancária informada pelos bandidos.

Pouco tempo depois, em mais uma ligação dos golpistas, foi socilitada a vítima a transferência de outra quantia para o pagamento de um outro seguro do pacote em questão.

Mas o golpe não parou por aí. Em mais uma ligação os criminosos solicitaram mais dinheiro. Dessa vez, sem a quantia pedida em conta, a mulher relatou toda a história para a família e o golpe de pouco mais de 82 mil reais, foi descoberto.

O paradeiro do dinheiro está sendo investigado

Após a confirmação do golpe, a polícia segue investigando o caso, e já se sabe que a conta informada pelos criminosos, para o depósito, está em nome de duas mulheres.

A polícia alerta que, ao receber ligações supostamente feitas pela Receita Federal ou qualquer órgão governamental, em que estejam solicitando dinheiro, que as pessoas imediatamente entrem em contato com as autoridades policiais.

Da redação com informações do portal Da Hora Bataguassu.